quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Exercicios funcionais em idosos


http://www.cptrainer.com.br/sites/default/files/noticias/Atividade-fisica-na-terceira-idade.jpg

A Fisioterapia domiciliar em idosos é uma forma de atuação da fisioterapia domiciliar muito utilizada e difundida. Pensando nisso, olha esse vídeo sobre exercícios funcionais em idosos



Leia mais ...

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Fisioterapia preventiva em idoso em domicilio




A fisioterapia preventiva tem como objetivo criar um programa de “prevenção às quedas”, melhorando a força muscular, equilíbrio, propriocepção, coordenação motora e deve estar aliada com orientações aos pacientes (principalmente àqueles que apresentam comorbidades e que faz uso polifarmacoterápicos) e familiares, sobre fixação de tapetes, instalação de faixas antiderrapantes no piso e barras de suporte no banheiro e em corredores.

Os atendimentos são em sua maioria de pacientes com problemas osteoarticulares, com dor crônica. Também, são atendidos casos neurológicos como seqüelas de AVC, Parkinson, Alzheimer, além de fraturas, pós-operatórios , distúrbios vasculares, entre outros.

Atua na prevenção e reabilitação do idoso com o objetivo de melhorar sua qualidade de vida. Proporciona melhora da força muscular, melhora do equilíbrio, melhora da capacidade respiratória, melhora da incontinência urinária, da flexibilidade, da dor, da postura, da coordenação e não menos importante, melhora da marcha. Desse modo, as alterações do envelhecimento são minimizadas.

Fisioterapia prolonga a independência de idosos com Alzheimer e retarda a progressão da doença.
Leia mais ...

sábado, 13 de dezembro de 2014

Fisioterapia domiciliar amplia possibilidades de recuperação de pacientes

fisioterapia domiciliar

Imagem: divulgação

A SP Home Care promove o bem-estar de pacientes que precisam de fisioterapia e tem dificuldades de locomoção ou prefiram a fisioterapia domiciliar por diversos outros motivos. Após traumas é comum a necessidade da fisioterapia, assim como antes de cirurgias ou como forma de prevenção em algumas situações.

A fisioterapia home care possui inúmeros benefícios e traz maior conforto ao paciente, que não precisa se deslocar até uma clínica. Isso evita esforço desnecessário por parte do paciente e também o contato com outros enfermos. Diversos pacientes podem se beneficiar do tratamento home care, especialmente gestantes e idosos.

Fisioterapia para gestantes

Durante a gestação o corpo da mulher passa por intensas transformações visando acomodar o bebê e proporcionar um bom desenvolvimento para o feto. As gestantes possuem inúmeros motivos para fazer fisioterapia, desde melhorar a retenção de líquidos e inchaço decorrente do aumento de peso até ter melhor circulação e calma no momento do parto.

A fisioterapia para gestantes também ajuda a aliviar outros desconfortos durante a gestação como cãibras e falta de ar. O tratamento analisa cada gestante e o trimestre de gravidez em que se encontra, focando em exercícios específicos para cada momento. Os principais benefícios da home care fisioterapia durante a gravidez são:

  • Melhor conscientização corporal e respiratória;
  • Aprimorar o condicionamento físico;
  • Orientação postural;
  • Exercícios aeróbicos;
  • Exercícios de relaxamento.

A fisioterapia pode ser feita durante e após a gravidez, trazendo equilíbrio físico e emocional para a mulher.

Porque fazer a fisioterapia domiciliar

A gestante pode se beneficiar do tratamento home care, uma vez que assim ela pode realizar o tratamento em casa, com conforto e praticidade. As empresas de home care trazem equipamentos e exercícios que podem ser feitos fora da clínica, diminuindo a necessidade de locomoção da gestante e apresentando horários flexíveis para a prática.

Com o home care fisioterapia fica mais fácil de ser realizada, além de evitar que a gestante tenha contato direto com outros pacientes e com o ambiente hospitalar. Além de tudo, a mulher se sente mais confortável em casa, especialmente nesse período delicado em que as alterações de humor e hormonais são frequentes.

Leia mais ...

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Video: Saiba mais sobre a Fibrose Pulmonar

Fibrose pulmonar é uma doença respiratória crônica e progressiva caracterizada pela formação de excessivo tecido conectivo (fibrose), engrossando as paredes dos tecidos pulmonares. Ocorre quando o tecido pulmonar é danificado e forma cicatrizes, endurecendo e prejudicando a elasticidade e troca gasosa. É mais comum depois dos 55 anos, um pouco mais frequente em homens e frequentemente causado por exposição prolongada a gases tóxicos e poeira inorgânica no ambiente de trabalho.
Leia mais ...

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Fisioterapia em casa para fraturas no quadril

https://fbcdn-photos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpf1/t1.0-0/10390556_666875470028791_4317177348736701419_n.jpg

Recuperar-se de uma fratura no quadril é um processo extremamente doloroso e longo, que eventualmente necessitará de fisioterapia em casa. Esses exercícios devem ser executados com a ajuda de um fisioterapeuta licenciado, mas também podem ser feitos por sua conta, sob a supervisão de outra pessoa.

Movendo-se na cama

Mover-se pela cama sem sentir dor é importante ao se recuperar de uma fratura no quadril. Exercícios comuns para isso incluem: rolar pela cama, sentar-se ainda na cama, mover-se de lado a lado e mover suas pernas. Os pacientes devem tentar dez repetições de cada exercício, mas podem começar com menos dependendo do nível de dor envolvido.

Entrando e saindo da cama

Entrar e sair da cama também é vital para poder andar pela casa depois da fratura. Os exercícios incluem levantar o corpo da cama, levantar-se a andar 1,50 m, andar 1,50 m de volta para a cama. Apesar de parecerem perda de tempo, esses movimentos são feitos para regenerar músculos de estabilidade vitais que ajudarão no processo de recuperação.

Veja a página da FisioQuality

Entrando e saindo do chuveiro

Esses exercícios são muito parecidos com entrar e sair da cama, mas requerem mais movimentos pois você é forçado a levantar a perna e flexionar o quadril. Esse exercício não deve ser feito até você poder andar relativamente bem sem ajuda de andador. O equilíbrio também é essencial, já que invariavelmente as superfícies ficarão molhadas quando você estiver fazendo essa tarefa diariamente.

Alongando/respirando

Alguns fisioterapeutas incluem uma série de treinos de resistência e alongamento para desenvolver melhor os músculos de estabilidade no quadril. Eles podem incluir movimentos de flexão do quadril, exercícios com elásticos e subir degraus em escadas. Seu progresso no ciclo de recuperação determinará a dificuldade desses exercícios.

Leia mais ...

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Tratamento domiciliar é garantido por lei


O atendimento domiciliar é um serviço prestado a pessoas que apresentam dificuldades de transporte, tempo, distância ou condições físicas (locomoção) para realizar tratamentos de fisioterapia em clínicas, hospitais, ambulatórios e Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Este tipo de tratamento é assegurado pela Lei n.º 8.8080, e deve ser oferecido a qualquer pessoa que tenha histórico de distúrbios neurológicos como: Paralisia Infantil, Parkinson, Acidente Vascular Encefálico (AVE) e Traumatismo Crânio Encefálico (TCE) e outros.

O Sistema Único de Saúde (SUS) é o órgão responsável pela inclusão de fisioterapeutas no atendimento desses pacientes em sua própria residência.

A dificuldade em conseguir atendimento e a falta de condições financeiras para ir até uma unidade de saúde são fatores que impedem a maioria das pessoas com sequelas de Acidente Vascular Cerebral (AVC) de realizarem tratamento fisioterapêutico para recuperar os movimentos perdidos e melhorias na qualidade de vida.

As sessões de fisioterapias são muito importantes para pessoas que por algum motivo perderam seus movimentos ou parte deles, principalmente as que sofreram um Acidente Cardiovascular (AVC), mais conhecido como derrame.

Atualmente, em parceria com instituições de ensino, algumas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Manaus, prestam atendimento na residência de pacientes com sequelas de AVS, por meio de acadêmicos de Fisioterapia, acompanhados de um fisioterapeuta preceptor. O problema é que quando o período do estágio acaba, esse paciente na maioria das vezes fica sem atendimento. De forma geral, quem precisa desse tipo de atendimento encontra muitas dificuldades em toda rede municipal.

Em eventos realizados para discutir o assunto, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informou que o serviço de fisioterapia será contemplado nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família – NASFs, que estão sendo planejados pelo município.

Tratamento

Se a pessoa que sofreu o AVC tem dificuldades de movimento e equilíbrio, o fisioterapeuta irá trabalhar a pessoa de forma a que recupere o maior equilíbrio e movimentos possíveis. O tratamento para membros fracos ou paralisados começa com pequenos movimentos guiados e praticando tarefas simples.

À medida que a pessoa começa a melhorar e a ter mais força, serão realizados movimentos mais largos e exercícios mais complicados que irão encorajar ambos os lados do corpo a trabalhar em conjunto.

Quando o paciente recebe o diagnóstico de AVC é preciso apoio de toda a família, já que o processo de recuperação pode ser demorado. A fisioterapia pós-AVC é uma das formas de tratamento que consegue melhorar a qualidade de vida do paciente e ajuda na recuperação de parte dos movimentos perdidos
Leia mais ...