Recuperar-se de uma fratura no quadril é um processo extremamente doloroso e longo, que eventualmente necessitará de fisioterapia em c...

Fisioterapia em casa para fraturas no quadril


https://fbcdn-photos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpf1/t1.0-0/10390556_666875470028791_4317177348736701419_n.jpg

Recuperar-se de uma fratura no quadril é um processo extremamente doloroso e longo, que eventualmente necessitará de fisioterapia em casa. Esses exercícios devem ser executados com a ajuda de um fisioterapeuta licenciado, mas também podem ser feitos por sua conta, sob a supervisão de outra pessoa.

Movendo-se na cama

Mover-se pela cama sem sentir dor é importante ao se recuperar de uma fratura no quadril. Exercícios comuns para isso incluem: rolar pela cama, sentar-se ainda na cama, mover-se de lado a lado e mover suas pernas. Os pacientes devem tentar dez repetições de cada exercício, mas podem começar com menos dependendo do nível de dor envolvido.

Entrando e saindo da cama

Entrar e sair da cama também é vital para poder andar pela casa depois da fratura. Os exercícios incluem levantar o corpo da cama, levantar-se a andar 1,50 m, andar 1,50 m de volta para a cama. Apesar de parecerem perda de tempo, esses movimentos são feitos para regenerar músculos de estabilidade vitais que ajudarão no processo de recuperação.

Veja a página da FisioQuality

Entrando e saindo do chuveiro

Esses exercícios são muito parecidos com entrar e sair da cama, mas requerem mais movimentos pois você é forçado a levantar a perna e flexionar o quadril. Esse exercício não deve ser feito até você poder andar relativamente bem sem ajuda de andador. O equilíbrio também é essencial, já que invariavelmente as superfícies ficarão molhadas quando você estiver fazendo essa tarefa diariamente.

Alongando/respirando

Alguns fisioterapeutas incluem uma série de treinos de resistência e alongamento para desenvolver melhor os músculos de estabilidade no quadril. Eles podem incluir movimentos de flexão do quadril, exercícios com elásticos e subir degraus em escadas. Seu progresso no ciclo de recuperação determinará a dificuldade desses exercícios.

Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter



Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Indicação de Cursos de FISIOTERAPIA para mudar sua carreira:

Poste um Comentário