Imagem: divulgação A SP Home Care promove o bem-estar de pacientes que precisam de fisioterapia e tem dificuldades de locomoção ou p...

Fisioterapia domiciliar amplia possibilidades de recuperação de pacientes

fisioterapia domiciliar

Imagem: divulgação

A SP Home Care promove o bem-estar de pacientes que precisam de fisioterapia e tem dificuldades de locomoção ou prefiram a fisioterapia domiciliar por diversos outros motivos. Após traumas é comum a necessidade da fisioterapia, assim como antes de cirurgias ou como forma de prevenção em algumas situações.

A fisioterapia home care possui inúmeros benefícios e traz maior conforto ao paciente, que não precisa se deslocar até uma clínica. Isso evita esforço desnecessário por parte do paciente e também o contato com outros enfermos. Diversos pacientes podem se beneficiar do tratamento home care, especialmente gestantes e idosos.

Fisioterapia para gestantes

Durante a gestação o corpo da mulher passa por intensas transformações visando acomodar o bebê e proporcionar um bom desenvolvimento para o feto. As gestantes possuem inúmeros motivos para fazer fisioterapia, desde melhorar a retenção de líquidos e inchaço decorrente do aumento de peso até ter melhor circulação e calma no momento do parto.

A fisioterapia para gestantes também ajuda a aliviar outros desconfortos durante a gestação como cãibras e falta de ar. O tratamento analisa cada gestante e o trimestre de gravidez em que se encontra, focando em exercícios específicos para cada momento. Os principais benefícios da home care fisioterapia durante a gravidez são:

  • Melhor conscientização corporal e respiratória;
  • Aprimorar o condicionamento físico;
  • Orientação postural;
  • Exercícios aeróbicos;
  • Exercícios de relaxamento.

A fisioterapia pode ser feita durante e após a gravidez, trazendo equilíbrio físico e emocional para a mulher.

Porque fazer a fisioterapia domiciliar

A gestante pode se beneficiar do tratamento home care, uma vez que assim ela pode realizar o tratamento em casa, com conforto e praticidade. As empresas de home care trazem equipamentos e exercícios que podem ser feitos fora da clínica, diminuindo a necessidade de locomoção da gestante e apresentando horários flexíveis para a prática.

Com o home care fisioterapia fica mais fácil de ser realizada, além de evitar que a gestante tenha contato direto com outros pacientes e com o ambiente hospitalar. Além de tudo, a mulher se sente mais confortável em casa, especialmente nesse período delicado em que as alterações de humor e hormonais são frequentes.

Fibrose pulmonar é uma doença respiratória crônica e progressiva caracterizada pela formação de excessivo tecido conectivo (fibrose), en...

Video: Saiba mais sobre a Fibrose Pulmonar

Fibrose pulmonar é uma doença respiratória crônica e progressiva caracterizada pela formação de excessivo tecido conectivo (fibrose), engrossando as paredes dos tecidos pulmonares. Ocorre quando o tecido pulmonar é danificado e forma cicatrizes, endurecendo e prejudicando a elasticidade e troca gasosa. É mais comum depois dos 55 anos, um pouco mais frequente em homens e frequentemente causado por exposição prolongada a gases tóxicos e poeira inorgânica no ambiente de trabalho.

Recuperar-se de uma fratura no quadril é um processo extremamente doloroso e longo, que eventualmente necessitará de fisioterapia em c...

Fisioterapia em casa para fraturas no quadril

https://fbcdn-photos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpf1/t1.0-0/10390556_666875470028791_4317177348736701419_n.jpg

Recuperar-se de uma fratura no quadril é um processo extremamente doloroso e longo, que eventualmente necessitará de fisioterapia em casa. Esses exercícios devem ser executados com a ajuda de um fisioterapeuta licenciado, mas também podem ser feitos por sua conta, sob a supervisão de outra pessoa.

Movendo-se na cama

Mover-se pela cama sem sentir dor é importante ao se recuperar de uma fratura no quadril. Exercícios comuns para isso incluem: rolar pela cama, sentar-se ainda na cama, mover-se de lado a lado e mover suas pernas. Os pacientes devem tentar dez repetições de cada exercício, mas podem começar com menos dependendo do nível de dor envolvido.

Entrando e saindo da cama

Entrar e sair da cama também é vital para poder andar pela casa depois da fratura. Os exercícios incluem levantar o corpo da cama, levantar-se a andar 1,50 m, andar 1,50 m de volta para a cama. Apesar de parecerem perda de tempo, esses movimentos são feitos para regenerar músculos de estabilidade vitais que ajudarão no processo de recuperação.

Veja a página da FisioQuality

Entrando e saindo do chuveiro

Esses exercícios são muito parecidos com entrar e sair da cama, mas requerem mais movimentos pois você é forçado a levantar a perna e flexionar o quadril. Esse exercício não deve ser feito até você poder andar relativamente bem sem ajuda de andador. O equilíbrio também é essencial, já que invariavelmente as superfícies ficarão molhadas quando você estiver fazendo essa tarefa diariamente.

Alongando/respirando

Alguns fisioterapeutas incluem uma série de treinos de resistência e alongamento para desenvolver melhor os músculos de estabilidade no quadril. Eles podem incluir movimentos de flexão do quadril, exercícios com elásticos e subir degraus em escadas. Seu progresso no ciclo de recuperação determinará a dificuldade desses exercícios.